Divider List [01] – 15 momentos inesperados em Animes/Mangás [Parte Final]

Já fizeram suas apostas para o  Top 5?

  Eis a última parte desse primeiro Divider List. Sem muita enrolação vamos ao Top 5 momentos inesperados (se quiser ver as outras 10 colocações, clique aqui e aqui para ter acesso à primeira e segunda parte, respectivamente). E pra não perder o costume, aviso que tem FORTES spoilers de Bleach, Code Geass, D.Gray-Man, Madoka, Naruto e Saint Seiya. Todos em ordem alfabética para não estragar a surpresa. ;P

#05 D.Gray-Man ~ A experiência de quase-morte de Allen Walker

  Quem acompanha DGM sabe que, por mais que tenha elementos de comédia, a história em si é bem triste. Uma parte bem depressiva é quando Suman Dark, um exorcista, perde a confiança da sua arma e com isso se torna um caída, uma espécie monstro sem controle sobre si mesmo. Ele devasta boa parte do local onde está e, como todo bom protagonista, Allen faz de tudo para salvar co companheiro. TUDO mesmo minha gente: elevar seu poder ao limite, quase perder o braço e ainda por cima mergulhar na mente do “monstro”. É um festival de dor e agonia pra todo lado e enquanto isso a Lenalee só chora. Terminado o confronto (e não vou falar como termina, rere, vão ler DGM) o protagonista cai esgotado em uma floresta e surge o vilão mais carismático da série, Tiki Mik. Depois de uma conversa bem tensa o homem da cartola rouba a inocência de Allen (adoro o duplo sentido que isso causa xD) e ainda por cima implanta uma “borboleta” dentro de seu corpo para morder seu coração. É tensão demais pra qualquer um minha gente! Juro que quando li da primeira vez achei que ele fosse morrer e, mesmo se sobrevivesse, ficaria sem um braço (coisa que aqui é série, diferente de quando isso acontece em Bleach). Protagonista de mangá da Jump não conseguir salvar o coleguinha e levar uma sova de primeira do antagonista? Não é todo dia que se vê.

#04Code Geass ~ “Lelouch, you got me crazy

  Chega um ponto em Code Geass que você pensa “esse negócio vai acabar, ta tudo dando certo!” e esse momento é quando Zero/Lelouch parece enfim entrar em um acordo com a governadora geral da área 11, Euphemia. Ele até revela sua identidade, tirando o capacete, e vai explicar sobre o seu poder, o Geass. “Ora, se eu dissesse, olhando em seus olhos, algo como ordene que as tropas matem todos os japoneses que estão no estádio para verem o acordo que devolverá autonomia ao Japão, você o faria”. Ele diz algo assim, mas o maldito poder do Geass é ativado enquanto fala, sem ele perceber! Nisso, Euphemia, a personagem mais doce e inocente daquela série vai lá e ordena uma chacina de um gigantesco público que estava ali prestes a ter seus suspiros para a liberdade! Não para por aí, TEM QUE TER MAIS DRAMA. Ela não consegue se controlar, mas ainda percebe o que faz, então chora, enquanto mata, e pede para ser morta, porque só assim pararia aquela catástrofe. Lelouch mata aquela que, em seguida, ele admite ter sido sua primeira paixão. Achou pouco? Seu melhor amigo vê a cena e julga Zero como um assassino. É ou não é para deixar qualquer Maria do Bairro no chinelo?

#03 – Madoka ~ O fatídico episódio 10…

  Sabe aquele personagem que é badass sem motivo algum e que não consegue te cativar? Essa foi Akemi Homura, para mim, até o episódio 9, porque no episódio 10 a trama da uma reviravolta imensa e praticamente tudo é explicado. O poder da menina é o de voltar no tempo, então ela já viveu aquela situação desesperadora com Madoka MUITAS vezes, todas com “finais” diferentes. Elas eram melhores amigas, mas cada vez que voltava Madoka não se lembrava de nada… Pense ver seu melhor amigo, saber a merda que vai acontecer com ele, ele não lembrar da sua existência e não ter ideia de como ajudar? Dá pra notar o crescimento da personagem só nos flashbacks das inúmeras situações vividas e, como a própria Madoka diz no final: “Eu tinha uma amiga tão boa dessas ao meu lado esse tempo todo e nem sabia“. CHUPA SAYAKA. Se você não estiver em um dia muito legal e for ver, ou rever, esse episódio, prepare o potão de sorvete e os lenços.

Let me hug you, Homura  i.i

#02Bleach ~ A primeira grande saga planejada pelo nerd de óculos que deveria estar morto

  Você pode odiar Bleach o quanto quiser, mas tem que admitir que a saga da Soul Society tem todo um charme e foi responsável por tornar o mangá um hit da Jump. E tudo isso, claro, devido à revelação que temos no volume 20. Todos (Ichigo e companhia e as 13 divisões) foram manipulados por fucking 20 volumes (do mangá) – 2 temporadas e meia (do anime) por Aizen. Naquele ponto da história ninguém desconfiava dele porque ele tinha aparecido morto no volume 12. Uma morte bem trágica, por sinal. E, para mim, era apenas um personagem legal que não teve a chance de ser bem explorado pelo autor… Só que não. Ele estava lá tranquilo, tomando chá e brincando de The Sims Soul Society, graças ao poder apelão da sua zampakutou, Kyouka Suigetsu, a hipnose completa. A revelação é um momento épico da trama e lembrado como o ápice dos bons dias de uma série que se perdeu (não que EU ache isso, mas é o consenso geral). Não tem como não achar isso legal e muito inteligente quando se lê da primeira vez. Uma pena, PENA MESMO, eu começar a ler Bleach já sabendo que o Aizen era o vilão, graças a isso detesto spoilers com toda a minha alma. Para fins comparativos vejam como o pequeno padawan evoluiu, comparando as duas IBAGENS dele. xD

#01Saint Seiya ~ Gemini guy is a bad guy

  A nostalgia falou mais alto. Você pode estar achando esse momento meio méh e indigno do top 1, e se não acompanhou Cavaleiros do Zodíaco pela Tv aberta, tem toda a razão. Na época em que a série era exibida (tanto pela manchete como na Globo/Cartoon network) a internet não era tão popular o Brasil. Assim praticamente ninguém via animes na internet ou sabia o que ia acontecer. Cada episódio era acompanhando com afinco e se tornava o principal assunto do outro dia na escola (saudades desse tempo). Imaginem a surpresa da, então, criança quando é revelado que o Mestre Ares, o causador da Saga das 12 Casas, é na verdade Saga de Gêmeos! Foi pauta pra mais de mês no colégio. Até hoje acho que o Saga deveria ter ganhado aquela batalha e que foi ridículo, RIDÍCULO, o modo como o Seiya venceu. Só por protagonismo mesmo. Enfim, sou de gêmeos, e admito que isso influenciou bastante na minha escolha, mas o ponto que mais pesou foi que esse foi o primeiro momento inesperado que tenho lembrança de ter visto em um anime! Então ele não poderia ficar em outra colação a não ser essa nesse Divider List. E se você acha o Shaka melhor que o Saga, vamos brigar nos comentários, rs. BRIMKS

#00 Prêmio de consolação – Naruto ~ Haku is a trap! Sim, é um garoto

  Espero que tenham se divertido com essa lista, e até a próxima!

Aye!

Anúncios

8 pensamentos sobre “Divider List [01] – 15 momentos inesperados em Animes/Mangás [Parte Final]

  1. Discordo do escolhido pra primeiro colocado, colocaria o do Itachi em primeiro, e em segundo(spoiler de One Piece) o do Ace ser filho do Gol D. Roger!
    E era assim comigo tambem, cada episódio de CDZ rendia muita conversa pro próximo dia de aula(pra alegria da professora)! E poxa, o Seiya ganhou bem do Saga, gostei da forma que ele ganhou, a lá protagonista mesmo(Cometa de Pégaso!!!!!!)!
    “E se você acha o Shaka melhor que o Saga, vamos brigar nos comentários”
    O Shaka realmente não é melhor que o Saga, mas o Dohko é(sim, sou de Libra! u.ú)!

    • OMFG EU LI O FUCKING SPOILER DE ONE PIECE FFFFFFFFFFFFF
      (não que seja sua culpa, foi avisado, MAS SEMPRE ME FODO COM SPOILERS D:)

      E o Dohko é realmente foda por ficar sentado quase a série toda e aguentar a Shunrei *foge das pedradas*

      • Kkkkkk! Verdade, Shunrei apesar de bonitinha é bem chatinha! xD
        E desculpa pelo spoiler, imaginei que você fosse ler só por curiosidade! =/

  2. ESTOU SURPRESO!
    Como antes vou comentar sobre os moments que eu conheço.
    MADOKA – assim como DEATH NOTE chutou o balde, praticamente destruiu o conceito GAROTA MAGICA, o episodio em questão e um dos melhores e bem impactante, as vezes me pergunto porque alguns animes e mangas tem flashbacks mais legais que suas historias principais
    BLEACH – primeiro eu não odeio, segundo apesar das mancadas do KUBO, ao meu ver o manga não ficou ruim, terceiro essa revelação e muito boa, uma bela rasteira.
    SAINT SEYA – sendo direto eu não colocaria SAINT SEYA em nenhuma posição, mas não vou criticar o MARCO, eu tenho 28 anos vivi aqueles bons tempos da REDE MANCHETE, se hoje a cultura OTAKU se estabeleceu no BRASIL e por causa de SAINT SEYA, se temos eventos por todo o pais e por causa de SAINT SEYA, se voçê tem o seu precioso manga de ONE PIECE em casa e por causa de SAINT SEYA, se o MARCO hoje e fundador deste blog e por causa de SAINT SEYA, hoje e comum esculhambar a obra, mas nenhum anime tera a mesma importancia que ele no BRASIL.
    PS – se o MARCO colocou essa parte do NARUTO aí é porque deve ter achado o HAKU uma gracinha hehehehe

    • Saint Seiya está aí pela nostalgia mesmo, quem não gostar considere um Top 14 ou coloque o Haku em primeiro, HUSHUAHSUHAUSUHAS.
      Madoka chutou o pau da barraca mesmo, e eu tava achando tão mais ou menos até esse cap….
      E HAKU IS A TRAP! Ele está ali para alertar e informar todos os seres desavisados que fazem shipp dele(a) como Zabuza. XD

      “ESTOU SURPRESO” > ESSE É O ESPÍRITO!

  3. Muito bom MESMO!!!!!
    DGM foi desesperador; CG não vi, mas parece ter sido uma facada; MADOKA foi simplesmente épico; em BLEACH foi uma das maiores reviravoltas que já vi; esse de Saint Seiya realmente marcou a otakada brazuca.
    Ótimos posts, continue assim ^^

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s