Shonen Xtreme! [05] – Bleach (cap. 486) & Naruto (cap. 580)

Bleach investe em comédia, Naruto em luta e tudo terminando de um jeito que você já viu em alguma semana anterior.

  Sem muita enrolação vamos às análises dos capítulos da semana!

#Bleach 486 – The Crimson Cremation (A Cremação Carmesim)

  Ichigo está lá com Nel, e fica surpreso algo sobre o Hueco Mundo (e o primeiro quadrinho esse cap. tem um fundo muito feio, rs). Eis que cai do céu Pesche!

  Eu adorava ele e o Ishida , e dessa vez ele não me decepcionou. Acho o personagem tão non-sense que fica engraçado demais. O close dramático com a frase óbvia ficou ótima. Invista mais em humor Kubo.

 Daí cortamos para o acontecimento que dá título ao capítulo: o funeral de assasakibe. Eles já não estão mortos na Soul Society? O que acontecem quando eles morrem lá? Viram humanos? “Somem”? Ta aí uma coisa que sempre me perguntei e espero que seja explicado em algum momento.

  Ficamos sabendo um pouco mais do personagem. Que ele tinha bankai, mas, por opção, não a usava em batalha. E que estava no posto de vice-comandante do 1º esquadrão desde antes do Velho Yamamoto assumir. Só eu achei uma baita babaquice a postura do personagem? Foi a primeira vez que ele usou a bankai, e ninguém nunca a tinha visto, logo é claro que ele não teria experiencia em combate usando ela. Grande merda tem bankai assim. Não foi dessa vez que você conseguiu engrandecer um personagem secundário Kubo. Lado positivo: Byakuya quem fala o discurso todo. Fez o capítulo inteiro valer a pena (fãboy mode). E temos o momento fossa do Velho Yamma… É estranho ver ele demonstrando alguma emoção.

  De volta ao quarto/quartel general/zona/casa da mãe joana do Ichigo, as coisas são esclarecidas ao time dos humanos. Nel aparece pouco, mas deu pra matar um pouco a saudades vendo ela chamar o Chad de “gigante”. Fica bem claro que eles precisam ir ao Hueco Mundo, e thcaran, surge o agente de turismo mais badalado de Bleach, Urahara!

  Todos gosta do Urahara. Mas sinto falta de algum momento sério e mais esclarecedor envolvendo o personagem. Ishida logo diz que não poderá ir dessa vez. Ichigo aceita numa boa e comenta que só o chamou por chamar mesmo. Ri bastante.   Com isso temos duas cenas em dois capítulos seguidos que dão destaque para a relação amorosa da amizade entre o Shinigami e o Quincy. Isso me faz pensar que em breve Uryuu terá alguma importância crucial para história e talvez passará para o outro lado ou escolher entre que caminho seguir. Tomara, acho que seria legal alguém da Suicide Team passar por um momento desses, sem contar que fugiria do tema “sequestro” que tem em todo santo começo de grande saga.

  Voltamos ao “Barbudo” em seu castelo de gelo, como vem sendo recorrente no final dos últimos capítulos. Um novo personagem (o qual não foi revelado o nome ainda e que por algum motivo que desconheço me lembrou o Shun) acha a insígnia de Ivan e comenta que ele não foi mesmo capaz de capturar a Bankai de Ichigo Kurosaki, e o rei diz que eles terão de usar métodos especiais para capturá-las. Novamente Ichigo como ponto chave de algo maior que o leitor não sabe do que se trata. Assim é contatada a “Jagd Armee”, um exército de caça do Hueco Mundo. Na última página temos um quadrinho dessa armada e uma “fumaça” em um céu noturno que não entendi direito. Creio que seja um indicativo de que os mocinhos já tenham partido para HM, afinal a última frase no mangá diz “semana que vem Ichigo e Urahara atacam o exército inimigo, com páginas coloridas”. Espero um pouco mais de violência das lutas dessa saga, visto a imagem colocada ali em cima do Ivan com seu medalhão. Só na lendo pela segunda vez que eu percebi que aquele braço e aquela cabeça pertenciam ao mesmo corpo. xD

Naruto #580 – A Hora dos Irmãos

  Para falar a verdade achei Naruto essa semana bem fraquinho. Começa com Kabuto usando uma técnica que causa uma espécie de “explosão de luz”, emitindo uma forte vibração e um barulho insuportável. Isso acaba por inutilizar os Uchihas e, devido as características do seu modo Senin, Kabuto é o único que consegue se movimentar nessa situação. Seria perfeito se não durasse tão pouco. Destaque para a arte do Kishimoto nessa parte que conseguiu transmitir bem o efeito do golpe.

  Itachi usa seu Susanoo para proteger Sasuke quando Kabuto está prestes a finalizar. O vilão acha que isso se deve ao fato de ele ter sentido seu chakra enquanto estava sendo controlado, mas o Uchiha mais velho diz que ele não possui tal habilidade (e deixa a entender que quem o fez foi Nagato). A partir daí Itachi explica o porquê de ter sido lógico o fato de ele ter protegido o irmãozinho.

  Kabuto se admira com o poder que ele  tem de ler os “sentimentos” das pessoas, mas despreza os dois como equipe, falando que uma esquipe formada por irmãos sem laços não pode contra ele. Incrível como o Kabutops é FAIL em tentar fazer terror psicológico, até agora nenhuma tentativa dele deu certo. E dessa vez não é diferente. Ele só impulsiona os irmãos a atacarem juntos.

  Para formar uma estratégia sem entregar nada ao inimigo Itachi lembra Sasuke sobre uma missão que ambos fizeram há um tempo para capturar um Javali selvagem, sem matá-lo (como eles tem que fazer agora, sem matar o vilão). A partir daí todos os golpes se tornam comparações entre a luta atual e a missão do Javali. Ficou legalzinho, bem INHO mesmo… Não conseguiu me convencer de alguma forma.

  Depois de algumas páginas nesse ritmo Sasuke acerta o rabo de Kabuto com sua flecha e Itachi aproveita a oportunidade para dar o golpe final. Mas…

  É, teria sido uma grande reviravolta se não tivesse sido um genjutso e Itachi não estivesse são e salvo logo na página seguinte. Pelo menos ele consegue cortar o chifre do inimigo, que diz não estar acostumada a ter aquilo normalmente sobre sua cabeça. A cota de inesperado da semana está bem no final quando Itachi diz “creio que agora você seria capaz de capturar aquele javali”. Ele tomou aquela iniciativa mesmo sabendo que ela já tinha falhado no passado. Some isso ao título do capítulo e creio que o foco principal do mesmo foi mostrar ao leitor que Sasuke e Itachi ainda tem uma ótima relação como irmãos. É bonito e tudo mais, mas não acho que tenha sido tão necessário assim, afinal se algum dos dois tivesse rancor ou ódio do outro, cabeças quentes como são (principalmente o mais novo), nem teriam aceitado lutar um ado lado do outro. O último quadrinho parece um Deja Vu de tanto que o Kishimoto vem utilizando cenas parecidas para encerrar seus capítulos. E as cobras desenhadas pelo Tio Kishi são tão simpáticas, ainda espero aquela da semana passada reaparecer em algum momento.

  Não sei se é pelo fim do anime de Bleach, mas achei os dois capítulos bem mais-ou-menos essa semana… Fico na expectativa para semana que vem.

Aye!

Anúncios

5 pensamentos sobre “Shonen Xtreme! [05] – Bleach (cap. 486) & Naruto (cap. 580)

  1. Gostei do capítulo de Naruto, dessa vez vi firmeza na parceria entre Sasuke e Itachi, não vi aquela coisa “forçada” da semana passada!
    E caramba, todo mundo sabe que o Itachi tinha capacidade de cortar mais que um chifre do Kabuto, ele podia ter usado o Susano’o e cortado ele no meio! Mas mesmo assim, ele teve um momento foda(como sempre), e deixou a entender que o Kabuto vai pro saco ja na semana que vem!

  2. Pingback: Shonen Xtreme! [06] – Bleach (cap. 487), Naruto (cap. 581) & Katekyo Hitman Reborn! (cap. 380) « Xtreme Divider

  3. Pingback: Shonen Xtreme! [25] – Bleach (cap. 506), Naruto (cap. 600) & Sensei no Bulge (cap. final) « Xtreme Divider

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s