As curiosas notas de Resident Evil 6 + opinião sobre a 2ª demo

Será que vai ser bom mesmo?

Para a alegria dos fãs e os aloprados pela franchise Resident Evil, amanhã será o lançamento na América do Norte e como é de praxe com todos os jogos lançados, sites e revistas recebem cópias prévias para jogar e analisar cada aspecto do game e dão suas respectivas notas. Foi a vez do tãão aguardado ReVil 6 ter sua coletânea de notas pelas mais diversas revistas internacionais. Pois bem, o curioso que temos notas BEM variadas, algumas muito baixas e outras quase 10. Intrigante, não? Antes de listar as notas, vou fazer um breve comentário da segunda demo lançada recentemente na PSN.

QUE ISSO MANO TAMO NO CALL OF DUTY?” 

A demo conta um curta das três campanhas que iremos encontrar no game (a quarta campanha, de Ada, não está na demo) de Jake, Leon e Chris. Na campanha do nosso novato Jake, o prodígio de Albert Wesker, temos a companhia de nossa queridinha Sherry Birkin, filha do dr. William, que dessa vez está bem crescidinha e sabendo se virar sozinha. O game se passa numa parte de uma cidade bem escura e repleta de inimigos que atiram com armas de fogo, bestas, dão porrada, transformam o braço num negócio muito nojento cheio de espinho que te acerta de longe, além de rápidos e inteligentes. Nada fora do normal, pra quem já se ‘acostumou’ com a série desde Resident Evil 4 ou para os novos jogadores. Ambiente muito bem construído e bem feito, alguns serrilhados ali e cá, mas nada comprometedor. Eu escolhi jogar com a Sherry enquanto prestava atenção na inteligencia artificial de Jake, e me surpreendi. Com a burrice e estupidez. O personagem fica completamente perdido; as vezes que eu olhava ele atirava a esmo nos inimigos não acertando NINGUÉM, sem falar das horas que era derrubado e estuprado pelos manjinis 2.0 lá, era bem irritante. A variedade dos inimigos nessa campanha foi pouca, contando com os normais e umas aberrações que corriam pelo chão e abriam uma boca cheia de tentáculos pra te engolir, e foi bem nessa hora que eu mais passei raiva. Um dessas pragas me encurralou e eu SIMPLESMENTE não conseguia fazer mais nada, apenas no canto apanhando até a morte, quase que eu desisti de jogar, argh. Tirando o fato da mira, ao meu ver, ser uma porcaria, além de tremida (com uma sniper então nem se fala). 

Da próxima vez vou deixar eles te estuprarem. ^-^”

Já na campanha do Chris foi a que mais me decepcionou. Não por parecer apenas um jogo de guerra, mas pelo fato de eu ter achado que não seria tão podre quanto eu esperava. O esquadrão de Chris junto com o novo personagem Piers segue o comboio atravessando a cidade até chegar em um ponto que o jogador tem que esperar um dos soldados implantar uma bomba para invadir a outra parte da cidade que está repleta de inimigos e uns monstros enormes. Fora a mira que eu achei horrível, o gasto de balas é muito grande, mas infelizmente coisa que não é problema nessa campanha, já que cada barril que você estoura vem uma caixinha de munição. Chris simplesmente segue junto com a equipe que praticamente faz o trabalho sozinha matando todos os inimigos até chegar na parte final que mencionei sobre implantar uma bomba, onde terá que proteger o cara até o trabalho ficar pronto e explodir o portão. Posso resumir essa campanha como um jogo de guerra com monstrinhos. Não há nada de excepcional, grandioso ou assustador.
Agora pra pelo menos teeeeeentar salvar, teve a do Leon, onde dá pra deduzir que vai ser a parte “survival horror” do jogo, e com zumbis! Sim, é a melhor parte. Além de Helena Harper, que será a parceira novata do loirão, teremos como ajuda: Ingrid Hunnigan, a mocinha que dá informações para Leon em Resident Evil 4, no começo e fim do jogo. A campanha se passa em uma universidade que, além de escura, infestada de zumbis. Apesar da jogabilidade de todos serem “iguais”, dá pra sentir um diferencial com o Leon pelo simples fato de você sentir o clima mais tenso e ficar atento a tudo no cenário e apenas possuir uma pistola com poucas balas (nas outras campanhas você tinha praticamente um arsenal). Os zumbis estão burros e lerdos como de costume, mas a burrice artificial do parceiro ainda continua sendo notável. Algumas travadas, atrasos, mas aqui nada que pertube. Creio que assim como eu, essa campanha deve ter sido a ‘melhor’ para os jogadores, que desopilaram o tiroteio frenético das outras. Falando da demo em geral, agora podemos andar mirando, deitar no chão mirando, trocar o “ombro” da mira (esquerda ou direita), correr mais rápido e quebrar os barris com chute. Houve claramente melhorias gráficas, mas de resto, se for seguir o padrão das duas demos liberadas, o jogo vai ser bem mediano, tirando os milhões de DLCs que vai ter por se tratar da Capcom. Agora, veremos como vai ser a campanha da gostosona da Ada, na qual foi pouco divulgada até agora.

Enfim, o post já tá enorme e até agora não dei o principal propósito que são as notas. Sem delongas:

  • Eurogamer – 6/10
  • Destructoid – 3/10
  • GamerZines– 75/100
  • Polygon – 4/10
  • GIGA – 80/100
  • CVG – 8/10
  • G4TV 2.5/5
  • Gametrailers – 8.8
  • Joystiq – 2.5/5
  • Gamespot – 4.5/10
  • Playfront.de – 9.5/10
  • God Is A Geek – 9/10
  • Digital Spy – 4/5
  • OPM – 7/10
  • Shopto– ‘Good’
  • Game Informer – 8.75/10
  • Strategy Informer – 8.5/10
  • IGN – 7.9/10
  • OXM– 8/10
  • Bloody Disgusting – 9/10
  • Play Magazine – 80/100

Bem, o que me dizem? Dei um negrito nas revistas mais de “peso”, pelo menos para mim. Notas da Gamespot como 4,5 realmente são de assustar para um jogo que foi tão esperado. Mas agora o 8,8 da Gametrailers realmente valeu? Ou a mediana de 7,9 da IGN? Só cabe a nós, jogadores, decidirem. Então, peço para quem for jogar, dê sua opinião nos comentários e expectativas! Tanto como o jogo que lança amanhã ou sobre a demo. E quem leu até aqui, muito obrigado!

Fonte das notas: Gamegen

Anúncios

2 pensamentos sobre “As curiosas notas de Resident Evil 6 + opinião sobre a 2ª demo

    • Huehue.
      Se você tiver capacidade ocular de ver a data do meu post vai ver que é um dia antes do lançamento e essas são as MINHAS impressões da demo. Ainda pretendo jogá-lo, mas não por agora.
      Se minha review da demo te ofendeu de alguma coisa, perdão, não posso fazer nada.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s