Videogames: Uma ferramenta para a violência?

Wayne LaPierre

O porta-voz da NRA (National Rifle Association) comenta sobre o incidente em Connecticut.

 Já deveríamos ter imaginado tal comentário quanto ao ocorrido na escola Sandy Hook Elementary, em Connecitcut, que deixou várias vítimas, na sua maior parte crianças em que lá estudavam.

  Não só Obama discursou sobre o acontecimento, mas também o vice presidente e porta-voz da NRA, Wayne LaPierre, também deixou seu breve comentário sobre a situação, apontando os videogames como um grande fator ao acesso à violência.

 LaPierre acredita que os cidadãos são corrompidos por esses produtos que exibem a violência e os ensinam que a mesma seria uma possível solução para desentendimentos diários. O vice presidente cita alguns exemplos de jogos responsáveis por essas atitudes como: Bulletstorm, GTA, Mortal Kombat e Splatterhouse. Mas aponta principalmente o jogo de tiro on-line em FPS: Kindergarten Killers.

Kindergarten Killers

 Mas Wayne LaPierre não culpa apenas os videogames, também acredita no envolvimento das indústrias de músicas e filmes na acessibilidade desse conteúdo “que retratam a vida como uma piada e o ato de assassinar como uma maneira de viver”.

 “A mídia responsável pelos games, músicas e filmes citados anteriormente fazem parte de uma ‘corrida’ com o objetivo de chocar, violentar e ofender todos os tipos de sociedades civilizadas.” Argumenta LaPierre.

LaPierre

  Porém, Jennifer Mercurio, vice presidente da ECA rebate LaPierre dizendo que “concorda com as decisões da Suprema Corte, com as milhares de pesquisas cientificas, as quais mostram claramente que não existe conexão alguma entre a violência na mídia e a violência na vida real.”

 Pensamentos como os de Wayne LaPierre  são bastante comuns e sempre existirão em nossa sociedade, não acredito que seja vistando o desprazer dos usuários de videogames, mas sim a segurança. Violência sempre fez parte de nossa história, porém não deixa de ser tratada uma opção pessoal, assim como a de optar por uma comunidade pacifica, o que torna a conscientização uma necessidade que ainda assim é de extrema carência.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s