[Shonen Xtreme!] Bleach 521 – A Piggy Party

Bleach 512Conheça o significado do verbo “entoricar”.

  Depois de uma maratona de viagens, usurpar o computador alheio e até mesmo recorrer ao último e derradeiro recurso para quem precisa acessar a internet (vulgo lan house) eis que eu finalmente estou de volta ao meu lindo e amado notebook com meus programinhas marotos que me permitem fazer sabe o que? Sim, as piadinhas sem graças que vocês adoram (brincadeira, nem eu gosto delas). Então vamos ver o que o titio Kubo aprontou dessa vez;

Bleach 521: A Piggy Party (A Festa do Porco)

a pig party  Olha aí o mangaká mais amado (rs) de todos os tempos fazendo uma homenagem pra lá de irônica aos palmeirenses. Daora eu fazendo piadinha com meu próprio time e fingindo que nada aconteceu.

  Depois da bomba sobre a Unohana ser a primeira Kenpachi ter estourado no final do capítulo anterior, o foco é mudado para Ichigo e sua trupe. Logo na primeira página vemos o nosso protagonista fazendo uma coisa que me remete muito ao começo de Bleach e me deixa até meio nostálgico: ele tendo uma DR implicando com o Renji e vice-versa. Não é algo que me faça dar gargalhadas, mas fico com um sorrisinho bobo na cara lembrando do início do mangá e tudo mais (confissões de um bleachtard).bleach-3761935 (1)

  No meio da briguinha de casal adivinhem quem aparece? Daora eu falando como se ninguém tivesse lido o capítulo. Sim, o mascote mais querido da garotada que, depois de passar uns 200 capítulos sumidos, parece que voltou pra ficar: o Kon. O legal é que ele estava no peito do Ichigo (hm) e o tapado sequer tinha sentido nada… Como o foco da briguinha entre os ruivos era saber quem ia ficar por baixo (hm²) para amortecer a queda, o aparecimento de Kon surgiu para salvar os dois (apesar de eu ainda achar muito bizarra essa forma bombada do boneco).bleach-3761935

  Renji ainda dá uma esnobada sobre “ninguém” ter se machucado (foda-se o bichinho de pelúcia tarado). Então começa uma sequência de indiretas pro coitado, através da qual eles descobrem que Kon se infiltrou ao saber que Ichigo estava indo para uma fonte termal. Que dó dele. Foi crente que ia ver umas gatinhas e encontrou apenas um monte de macho semi-nu (se bem que teve a bunda da Rukia…).

  A conversa estava boa, mas o enredo não ia andar sozinho, não é mesmo? Eis então que aparece Hikifune, aquela que tem o péssimo hábito de se apresentar batendo nos outros. Ela dá as boas vindas aos dois por terem chegado ao Gatou Den (vulgo Palácio do Porco que Dorme). Olha, eu não sei vocês, mas eu não me sentiria bem em um lugar que tem esse nome de churrascaria que só funciona mandando uns subornos pra vigilância sanitária.bleach-3761939 (1)

  Sei que vai parecer um detalhe idiota para a maioria, mas achei muito boa a fala do Ichigo nesse momento. “Por que todos aqui têm que ser tão exagerados?” é uma indagação que grande partes dos leitores deve ter feito a si mesmo, e não apenas com relação ao esquadrão zero, mas sim com muitos personagens de mangás/animes em geral (não é, Oda?). Daí o Kubo vai lá e me faz piada desse “estranhamento”… Como não gostar de uma coisa sútil dessas? Sou fanboy mermo.bleach-3761939

  Depois da página de abertura com o nome do capítulo (e um quadrinho que parece a visão do inferno com a Hikifune cozinhando), Ichigo e Renji se encontram em meio a um mar de comida. E não é exagero meu não, tem MUITA comida na cena. O que me lembra de outro mangá…bleach-3761945 (1)bleach-3761945

  Sim, Bleach deu uma “entoricada”, isso é, chegou no Toriko Style de ser, mesmo que por alguns curtos momentos.

  Foi engraçado ver o Ichigo achando que o “Sintam-se bem-vindos, vocês são meus convidados” tinha sido dito apenas por educação. Kon, esfomeado, já quer cair de boca (hm³) na refeição, mas o protagonista fica com um pé atrás, afinal, é de se suspeitar alguém oferecendo tanta comida de graça. Hikifune percebe o receio dos shinigamis e atribui o ceticismo de Ichigo ao… Urahara. Poxa, sempre a culpa do Urahara, é quase como se ele fosse o “mordomo” em Bleach.

  Depois de dissipadas as dúvidas, dá-se início ao banquete. Renji encontra um bicho estranho no meio da comida que, segundo ele mesmo, apesar de parecer um cocô tem um gosto muito bom. A cena em que ele descreve a sensação que tem ao morder o ingrediente  é muito, MUITO parecida com qualquer cena em Toriko quando o Toriko (i love repetition) come qualquer alimento até então desconhecido. Será que foi intenção do Kubo fazer uma referência ao seu rival da Jump?bleach-3761953

  A comilança é interrompida para Ichigo abrir ser coração e ter uma DR séria com o amigo (own). O protagonista se sente culpado por estar ali, de boa, tomando banho em termas e depois comendo um banquete, enquanto a Soul Society está fodida e os outros shinigamis estão treinando arduamente para ficarem mais fortes.

  Renji, delicado como um mamute, responde ao colguinha que ele é realmente burro por pensar daquela forma. A cacatua vermelha fala o que, pelo menos para mim, era óbvio (mas tinha passado desapercebido pelo Itsugoi): Mesmo se estivessem na Soul Society e quisessem treinar, eles precisariam antes descansar, curar as feridas e se alimentarem para conseguirem manter o corpo funcionado. E é exatamente isso o que estão fazendo.

  Hikifune retorna da cozinha fazendo um elogio à perspicácia de Renji (como se ele tivesse dito algo muito genial), dizendo que pelo visto o posto de vice-capitão não foi dado pra ele à toa. Pff, coitada, se soubesse do histórico de batalhas do perdedor ali ela não teria dito isso. O grande “porém” é que, ao abrir as cortinas, a Hikifune…bleach-3761955 (1)   … Parece ter passado uma temporada com o Dr. Rey de tão esbelta que está.

  Ela confirma a linha de raciocínio do Renji, porém adiciona uma informação: a de que tudo que está sendo feito ali possui uma escala muito maior do que seria possível encontrar na Seiretei. Isso é, o pessoal do Esquadrão Zero é mais eficiente. O trio de tapados não tinha reconhecido a shinigami até ela terminar de falar e já engatar em uma explicação do por que ela emagreceu tão rápido. Ela simplesmente perde muita reiatsu/peso ao cozinhar, por isso precisa se manter o mais gorda possível para aguentar o tranco. A ideia é bem batida e já foi usada em outros personagens de outras obras (como o Chouji, de Naruto), e só serviu pra justificar uma cena engraçadinha mesmo.

  Deixem eu aproveitar e pedir desculpas a vocês. Lembram quando o Esquadrão Zero apareceu da primeira vez e o Hirako estranhou a Hikifune, o que me fez comentar sobre a teoria de ela ser um travesti? Então, esqueçam que eu disse essa merda. O Hirako só não reconheceu a ex-colega porque ela havia engordado demais, e ela havia engordado demais porque [leia o parágrafo acima].bleach-3761943

  A (agora) bela shinigami explica que todos os membros do Esquadrão Zero ganharam tais postos por terem criado alguma coisa. O tio das termas criou o estilo de cura por… termas, e Hikifune criou o conceito de “alma artificial”. Imagina a loucura que foi com as filias do Discovery Channel e Nat Geo lá na Soul Society quando uma capitã chegou com a ideia de implementar uma alma de um indivíduo no corpo de outro.

  Graças a essa invenção que foram criados o Gikongan, aquelas pílulas que os shinigamis tomam quando estão na forma humana para saírem de seus corpos materiais, deixando-os a cargo de uma alma artificial. É um aparato que não tem aparecido muito e, novamente, remete ao começo do mangá. A moçoila usou esse conceito nos seus alimentos, o que fez com que eles ficassem mais nutritivos carregados com reiatsu, curando-os de dentro para fora e de quebra dando aquele ânimo para eles seguirem em frente.

  E é esse “seguir em frente” que a preocupa, já que o próximo palácio (esse negócio de “corram para a próxima casa o próximo palácio” parece Cavaleiros do Zodíaco, rs), o Palácio da Fênix (IKKIIIIIIIIIIII), está Nimaiya Ouetsu, o cara que criou as zampakutous. Como alguém foi capaz de criar as zampakutous só Kubo explica, já que (pelo menos para mim) isso era algo básico no mundo dos shinigamis, que existisse desde sempre. E se ele criou as zampakutous, então foi também ele que determinou que elas seriam espadas e não, sei lá, machados?  bleach-3761965

  Vamos esperar e ver o que o autor nos reserva.

Anúncios

6 pensamentos sobre “[Shonen Xtreme!] Bleach 521 – A Piggy Party

  1. kkkkk’ meu deus morri aqui xD. analise muito interessante e divertida como sempre mal posso esperar a próxima… a melhor análise do capítulo só aqui na xtremedivider 😀
    No aguardo do 522 *-*

  2. Eu to gostando desses capítulos de bleach tá tendo muita comédia e é claro voltando ao inicio do mangá…
    E eu tava pensando aqui quando o Urahara selou o Aizen e ele disse algo sobre o reiou ,e agora o esquadrão zero comentando novamente sobre o urahara,queria saber de fato o que o Urahara conseguiu fazer ,sera que irá ser contando no ultimo palacio ou só quando chegarem ao rei…???
    Bem ,acho que Kon apareceu mais nesse capítulo por conta das explicações terem a ver com ele…
    fora isso capitulo muito bom …tomara que logo logo até fevereiro o Kubo nos mostre o Rei…
    e quando tudo voltar ao normal
    a segunda parte da batalha começar o Ishida apareça..Inoue e Chad façam mais coisas e claqro Rukia e Renji tbm …porque eles são os principais nessa historia e nao sao muito bem aproveitados..
    e claro os espadas e os fulbringers tem que ajuda nessa batalha 😄

  3. Pingback: [Shonen Xtreme!] Bleach 522 – Love It | Xtreme Divider

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s