Cabeçalho [01/13] – Psycho Pass

PSYCHO PASSPrimeiro dia do ano com coluna nova? Que isso Kami-sama, que isso?

  Finalmente posso estrear essa coluna que há muito tempo eu queria colocar em prática aqui no blog. Como alguns devem ter percebido, no ano que passou a frequência com que os banners do blog foram trocados foi um tanto quando… desregulada. Para dar uma estabilizada nas coisas decidi fazer com que os banners fossem todos relacionados a um assunto especifico e trocados mensalmente.

  Assim surgiu a ideia de criar essa  coluna intitulada “Cabeçalho”, onde vou justamente comentar um pouco sobre o tema escolhido no mês para ilustrar o logo do Xtreme Divider. E não é mistério pra ninguém que os seis banners de Janeiro de 2013 são sobre Psycho Pass.

  Psycho Pass é um anime que, mesmo antes de estrear, já chamou a atenção pelo seu elenco. O roteiro é escrito por ninguém mais do que o célebre Gen Urobuchi? Não reconhecem pelo nome? E se eu disser que ele foi também o responsável pelo recente Fate/Zero (sdds fate/0) e também por Madoka? Não bastasse ter o autor no meio, o character design ficou a cargo de Akira Amano, autora do recém-encerrado Katekyo Hitman Reborn!, mangá da Shonen Jump.

  O anime tem previsão para ser encerrado com 22 episódios, sendo que atualmente encontra-se pausado no 11º por causa das festas de fim de ano, e deve retornar ainda na primeira metade de janeiro.

  A história gira em torno de um mundo, num futuro próximo, em que tudo referente ao estado mental de u indivíduo é identificado e categorizado pelo chamado sistema de Sibila. Através dele é possível saber o estado emocional da pessoa, suas aptidões para qual trabalho/carreira deve seguir e até mesmo se o ser tem uma elevada probabilidade de cometer crimes. Seria tudo muito bonito se o sistema apenas catalogasse as informações, porém ele obriga toda a população a seguir estritamente o que por ele foi determinado.

  Nesse mundo com cheirinho de Distopia velada, somos apresentados à Tsunemori Akane, a inocente e lesada recém-nomeada Inspetora da unidade um. Ao lado do seu parceiro de profissão, Ginoza, ela agora tem sob seu controle os “justiceiros”, pessoas que foram julgadas como incapazes de viver em sociedade e/ou perigosas pelo sistema de Sibila, mas decidiram cooperar com a polícia. Dentre eles está Shinya Kogami, que esconde um passado nebuloso e agora, ao lado de Akane, terá a chance de desvendar seu caso mais importante.

  E aí, fui convincente na sinopse a ponto de fazer vocês quererem assistir? 8D Espero que sim, porque PP tem me agradado bastante, tanto pela história (que só agora está começando a pegar fogo) como por toda a caacterização em geral. Para quem se interessar, o blog Elfen Lied Brasil faz comentários semanais sobre os episódios (inclusive essa imagem do post já foi usada por eles… mal consigo ver seus movimentos), que podem ser conferidos clicando aqui.

  Para encerrar fiquem com a abertura do anime que, ao que tudo indica, irá mudar a partir do próximo episódio e, se eu bem conheço o Gen (ok, eu não conheço :[ ) tem um gostinho da possível reviravolta que deve estar nos esperando ao final.

Anúncios

3 pensamentos sobre “Cabeçalho [01/13] – Psycho Pass

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s